quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

A Minha Cerâmica

"Vaso Gordo" - cerâmica colorida com engobe e esmaltada, 1982. Este é um dos meus primeiros vasos e um dos raros esmaltados. Reparem como ele lembra aquelas figuras femininas primitivas, as "Vênus Esteatopígias", produzidas pelos artistas que viviam em cavernas. Contudo, quando fiz esta peça não tinha esta intenção.

Conjunto de "Vasos-Garrafa". Cerâmica colorida com engobe, 2005. A inspiração para a pintura destes vasos vem da arte africana.

"Conjunto de "Bonecas Cabeça-de-Pastel". Cerâmica colorida com engobe, anos 90. Comecei a fazer este tipo de boneca em 1988, quando buscava uma versão própria para as "Vênus" primitivas. Estas bonecas são muito simpáticas e versáteis.

"Escultura- Máscara". Escultura em cerâmica com aplicação de patina, 2005. Esta escultura é de um grupo peças inspiradas nas mais diversas fontes, especialmente na arte africana.

"Afrodite". Escultura em cerâmica sobre base de madeira, 2001/2. Outra versão pessoal para o tema das "Vênus" primitivas.


Sabe-se que a cerâmica é uma das mais antigas formas de arte entre as que produzimos até hoje. Suas origens se perdem num passado muito distante, quando ainda morávamos em cavernas e dávamos os primeiros passos rumo à civilização.

Pensar que faço parte desta linhagem de criadores, que descobriu como tornar um punhado de argila em uma peça utilitária ou numa estatueta da deusa da fertilidade, mexe com minha imaginação. Sinto-me ligado a este mundo tão incrivelmente distante e rústico, no qual fazíamos parte da Natureza de uma forma muito mais direta e profunda.

Não importa que meu forno seja elétrico, que meu barro, tintas e instrumentos sejam beneficiados industrialmente - eu sou um ceramista como aqueles primeiros, que mesmo sem ter qualquer noção do que viria a ser chamado de arte, a produziam através de seus vasos brutos, suas esculturas rudimentares, suas gamelas e urnas funerárias.

É exatamente este o aspecto da cerâmica que mais me atrai, o seu lado mais simples e rudimentar. Como todos poderão ver nas fotos postadas, meus vasos, máscaras e esculturas não primam pelos acabamentos sofisticados, esmaltes brilhantes, torneamentos impecáveis. Muito pelo contrário, são peças assimétricas, pintadas com argilas pigmentadas, exibindo desenhos e esgrafitos primitivos, texturas arenosas e rudes.

Através delas mergulho neste mundo primitivo, no qual busco minha inspiração, trazendo à tona os vestígios de um mundo perdido. Espero com isso tocar o sentimento e a imaginação de vocês, despertando-os para uma arte de inúmeras facetas, cujos cacos, por menores que sejam, são capazes de contar a história de uma civilização.

-----------------------------------

Comecei a produzir cerâmica a partir de 1981, quando era aluno do Curso de Pintura da Escola de Belas Artes da UFRJ. Lá, inicialmente como aluno e depois como monitor da Oficina de Cerâmica, dei meus primeiros passos nesta arte (para conhecer minha história como artista plástico e minha relação com a EBA, visitem meu outro blog: http://ricardarte.blogspot.com/). Posteriormente, já formado e trabalhando com outros ceramistas fui aprimorando minha técnica e minha linguagem plástica, adicionando à cerâmica as minhas outras experiências artísticas no campo da pintura e da xilogravura (ver link mencionado). Hoje em dia continuo produzindo nos três campos, dividindo meu tempo entre estas formas de arte mas sempre procurando manter uma unidade entre elas. No campo da cerâmica também iniciei uma nova linha de trabalhos - os vasos para bonsai que podem ser vistos no blog: http://rpceramica-bonsai.blogspot.com/

Para ilustrar, seguem cinco imagens do meu trabalho como ceramista, feitos em épocas diversas:

5 comentários:

cadeseller disse...

Oi td bem? Aqui é Martinha, faço parte da lista ceramica brasil.
deixo aqui meu blog tb o blospot pra vcx e rpa todos lerem, visitarem e interagirem.
http://www.ateliedamartinha.blogspot.com/
aguardo voce e outros ceramistas, internaltas, blogueiros, etc.
Adorei seu blog.!
Bjos
da Martinha

Anônimo disse...

Oi Ricardo! Bom ver mais alguém usando engobe em ceramica!Eu faço cerãmica desde 1976, e preferencialmente com engobe, sendo que muitas réplicas de peças pré-incaicas e outras de minha criaçãoEntre no meu MSN pra trocarmos idéias.
Euclides Garcia Paes de Almeida
MSN: flipchart7@hotmail.com

Tácito Fernandes Contemporary Potter disse...

Caro Ricardo,
O seu trabalho e talento dignificam o nosso ofício e inspira e emociona qualquer pessoa que tenha a arte cerâmica como ofício e filosofia de vida. Fico especialmente feliz ao saber que também és recifense, como eu.
Parabéns, parabéns, parabéns...
Tácito Fernandes
www.flickr.com/photos/31285574@N00/

Ricardo A. B. Pereira disse...

Olá, Martinha, Euclides e Tácito. Obrigado, muito obrigado pelas palvras de vocês sobre o meu trabalho. Elas servem de estímulo ao contínuo trabalho de pesquisa e de falar ao mundo sempre e cada vez mais com arte, pois esta é a melhor forma para interpreta-lo e recria-lo.

Um abraço a todos e muito sucesso em seus respectivos trabalhos.

Ricardo A. B. pereira

jackson cristiano disse...

Boa tarde!Olá Ricardo,gostei muito do seu trabalho em ceramica,sou artista plástico e colecionador,pernambuco é realmente a terra da ceramica.De vitalino a brennand,parabéns,aguardo contato meu email é jackson_artes@hotmail.com